Farinha de chia e linhaça estabilizada.

Por que estabilizar os ácidos graxos das farinhas oleosas?


As farinhas oriundas de grãos oleosos como chia e linhaça, necessitam passar por um processo de estabilização dos ácidos graxos.

Em sua composição, a fração lipídica desses grãos corresponde em torno de 35%, dos quais a quais a maior parte é de ácido graxo ômega 3. A presença de elevadas quantidades de gordura insaturada e de enzimas oxidativas, principalmente a lipoxigenase, leva a farinha desses grãos a ser muito instável do ponto de vista oxidativo, rancificando-se com facilidade, especialmente na presença de luz e oxigênio.

O tratamento térmico constitui um dos métodos que podem acarretar modificações na estrutura das proteínas com influência na digestibilidade e disponibilidade de aminoácidos, assim como neutralizar os efeitos da oxidação.















A farinha de linhaça e chia após passar por essa estabilização dos ácidos graxos tornam-se muito mais saborosas e com uma facilidade na digestão muito maior. 








Visite giroil: http://loja.giroil.com.br/produtos

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como preparar sementes de chia

CHIA – O Super Alimento

REFLUXO GÁSTRICO, AZIA E SEMENTES DE CHIA