quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

REFLUXO GÁSTRICO, AZIA E SEMENTES DE CHIA










SEMENTES DE CHIA ACALMA ÁCIDEZ

Coloque 1 / 3 xícara de sementes de chia em 2 xícaras de água e deixe descansar na geladeira por cerca de 12 horas. Isso irá criar um tipo de gel que você pode beber para aliviar o refluxo ácido. Use 1 / 3 xícara do gel no início dos sintomas ou beber três vezes ao dia para a prevenção. Você também pode engolir uma colher de sementes de chia seca. As sementes vão então supostamente absorver o ácido no estômago e aliviar a dor de refluxo.

A digestão dos alimentos é, em primeiro lugar, física (ação mecânica dos dentes e movimentos peristálticos do estômago) e deveras importante, começando desde logo na boca, situação em que muitas vezes não pensamos!

Daí a importância de não só saber o que e quando comer, mas como e de que forma também! Numa segunda fase, dá-se a alteração química, desencadeada pela ação das enzimas, ácidos e minerais. E é a partir desta segunda fase que podem surgir os problemas de digestão.

AZIA

Também denominada de acidez ou pirose, está ligada a uma digestão difícil e prolongada, muitas vezes associada a excessos alimentares ou alcoólicos. Esta doença tem um impacto negativo na qualidade de vida, aumenta os custos com a saúde e os riscos de complicações no esôfago. Calcula-se que 7% da população mundial sofrem de azia todos os dias, 15% todas as semanas sofre de episódios de azia e alguns estudos indicam que 50% da população revela ter azia mensalmente. Quando comemos, os alimentos percorrem o esôfago (canal de 35 a 40 cm, que liga a boca ao estômago) e, antes de chegarem ao estômago, atravessam o esfíncter esofágico inferior, que deve manter-se fechado após a passagem dos alimentos para impedir que os ácidos digestivos refluam pelo esôfago acima. Às vezes, porém, os músculos desse esfíncter perdem a elasticidade e permanecem abertos, permitindo o refluxo que provoca azia.

SINTOMAS

Entre os sintomas mais comuns da azia está o ardor no centro do peito que pode irradiar da extremidade inferior do esterno à garganta. Ocasionalmente poderá causar dor torácica, com características idênticas à dor da insuficiência coronária (angina depeito). Pode ocorrer também um aumento da salivação.

CAUSAS

Existem vários tipos de acidez:

Acidez funcional – é aquela para a qual não se encontra causa específica.

Acidez de origem alérgica – devido à sensibilidade do estômago em relação a determinados alimentos.

Acidez devida a fatores externos ao organismo – temos como exemplo a acidez secundária à ingestão de um medicamento.

Acidez de origem psíquica – muitas vezes, a acidez é uma conseqüência do stress ou depressão.

Acidez orgânica – está associada a uma doença ou lesão do aparelho digestivo (é o caso da hérnia do hiato e esofagite).

REFLUXO GASTRO-ESOFÁGICO

Quando a azia é recorrente trata-se de um sintoma de esofagite, que normalmente é causada por refluxo gastro-esofágico. Este fenômeno acontece devido ao fato e a musculatura que separa o estômago do esôfago não se encontrar a funcionar corretamente.

Sintomas

A azia é o principal sintoma, que pode piorar, por exemplo, quando se dobra o peito sobre a barriga e quando se deita com o estômago cheio. Por vezes, origina tosse e possível engasgo que atrapalha a respiração, mesmo durante o sono. A sensação de bola na garganta, alteração na voz, desconforto ao engolir ou as fortes dores no peito são consideradas complicações do refluxo e levam a uma dismotricidade esofágica.

Causas

As causas mais comuns do refluxo gastro-esofágico, é a presença de hérnia do hiato, obesidade e tabagismo. O refluxo ácido ligeiro e transitório é frequente e não tem significado patológico. Pode ocorrer na gravidez e afeta principalmente os obesos. Nos bebês, até ao primeiro ano de vida, pode ocorrer um refluxo gastro-esofágico excessivo que se tornar repetitivo, pode levar a infecções e distúrbios respiratórios. Também a acidez elevada, a excessiva produção de ácido gástrico, as pedras na vesícula, entre outras, contribuem para o refluxo gastresofágico. E a ingestão de alimentos condimentados, gordurosos, o tabaco e o álcool, a má alimentação (dormir logo após a refeição, excesso de comida) são fatores que também ocasionam e pioram os efeitos do refluxo.

Diagnóstico

O diagnóstico é feito através de uma endoscopia digestiva alta, que poderá indicar a presença de hérnia de hiato e esofagite.

Tratamento

A azia e o refluxo podem ser aliviados através de: cuidados alimentares, alteração de certos hábitos de vida, medicamentos e a toma de suplementos naturais.

CUIDADOS ALIMENTARES

As refeições não devem ser demasiado abundantes. Os alimentos devem ser bem mastigados e insalivados; a ingestão de líquidos ao longo do dia é essencial; descubra os alimentos que lhe provocam azia e evite comê-los; evite bebidas alcoólicas, pois o álcool provoca lesões nas mucosas; alguns medicamentos podem provocar azia. Se tal acontecer, fale com o seu médico. Evite beber água às refeições, será melhor fazê-lo antes ou depois. Tente também evitar refeições pesadas ao jantar. O consumo de bananas é aconselhado já que estas formam uma camada protetora na parede do estômago, diminuindo os ataques de acidez. O chá verde após as refeições é considerado um bom antiácido. Alimentos facilmente digeríveis, como o queijo fresco, são também aconselhados. Leve uma vida calma e evite o tabaco.

Para comprar sementes de Chia:

http://loja.giroil.com.br/


quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Óleo de Cártamo Extra Virgem tem outro padrão


Cártamo é uma planta herbácea da Família do girassol. As sementes desta planta são usadas para fazer óleo de cártamo, com sabor suave, é usado usado para preparar alimentos, pode ser tomado in natura. Óleo de Cártamo contém gorduras mono e poliinsaturadas, que são conhecidos por terem inúmeros benefícios à saúde. Fonte de “gordura boa”, que pode ajudar a promover a perda de peso saudável, evitar uma excessiva acumulação de gordura no corpo, principalmente na região abdominal, garantindo o metabolismo da gordura adequada.


Óleo de Cártamo ajuda também fortalecer a membrana celular, melhorar a saúde cardíaca, reduzir o nível de colesterol no organismo e pode ajudar a regularizar o ciclo menstrual. Muitas pessoas também usam o óleo de cártamo para o crescimento de cabelo e cuidados com a pele, pois contém vitamina E, importante antioxidante que ajuda a retardar o envelhecimento das células e dos tecidos do organismo. Ao utilizar óleo de cártamo para a pele, pode-se obter alívio das condições de pele como, acne, cicatrizes e rugas. Acrescentando umas gotas de óleo no creme noturno, massagear no rosto, ao acordar vai observar extrema macies e elasticidade na pele. Também é utilizado em massagens estéticas e relaxantes. No cabelo, algumas gotas 30 minutos antes de lavar, nutre as raízes, penetra profundamente no couro cabeludo e ajuda a prevenir o ressecamento.


























A relação entre o óleo de cártamo e perda de peso também pode ser explicado com o hormônio adiponectina.
O aumento deste hormônio pode ter incutido uma melhor capacidade de queimar gorduras da dieta. O ácido linoléico e oléico, encontrado no óleo de cártamo também pode ajudar na redução do peso corporal, reduzindo o acúmulo de gordura em excesso no corpo. O ácido cis-linoleico, basicamente, ativa as gorduras marrons no corpo, que então aceleram o processo de queima de calorias, bem como as gorduras brancas encontrado no corpo. As gorduras brancas são as gorduras mais comumente encontrada no corpo, incluindo, a região abdominal e tronco. O estudo também descobriu que as mulheres pós-menopáusicas com diabetes tipo 2 tinham experimentado uma redução nos seus níveis de açúcar no sangue depois de tomar óleo de cártamo. Também ajuda na definição muscular de quem faz exercícios físicos regulares, promovendo massa muscular magra. Em suma, óleo de cártamo é um óleo saudável, que pode ser adicionado à dieta para experimentar a perda de peso e perda de gordura corporal, principalmente na parte central do corpo.

Mas é de extrema importância observar o método de extração do Óleo de Cártamo. Óleos extraídos a frio, mantém todos os nutrientes bioativos, os ômegas, vitaminas e minerais são preservados. Já na extração onde se usa calor e produtos químicos isso não acontece. O refino indústrial destroi as delícadas moléculas dos ômegas, levando a consumo de “calorias vazias” que não nutrem o organismo. Esse processo realmente elimina os nutrientes essenciais encontrados no óleo e também contamina-lo com determinados produtos químicos prejudiciais que podem causar efeitos negativos sobre o corpo.

Para que um óleo seja Extra Virgem o processo de extração é prensagem a frio. O Óleo de Cártamo Giroil é o único Extra Virgem no Brasil, em vidros de 260ml.

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Rapaduras de Girassol delíciosas e saudáveis!














As gorduras presentes na semente girassol são mono e poliinsaturadas, isto é, gorduras benéficas e também necessárias ao bom funcionamento de nosso organismo.

Além disso, a semente ainda contém fibras e quantidades significativas de potássio, um mineral muito importante que auxilia na prevenção de cãibras. Outros nutrientes presentes na semente de girassol são os minerais: magnésio – que auxilia na boa formação dos ossos -, cobre, fósforo e selênio. Este último age em conjunto com a vitamina E – também presente na semente – auxiliando na proteção das células contra os radicais livres o que ajuda a evitar o envelhecimento precoce.

Ingredientes

  • 250g de açucar mascavo;
  • 250g de sementes de Girassol descascado;
  • 3 colheres de leite;
  • 1 colher de manteiga ou margarina
Modo de Fazer

Levar ao fogo para derreter o açucar mascavo, o leite e a manteiga. Quando levantar fervura, acrescentar as sementes de girassol, mexer até misturar bem. Retirar do fogo e com o auxilio de uma colher fazer as rapaduras.

Bom proveito! E aproveite a grande energia que essas rapaduras promovem.

Essa receita passou no RBS, para assistir clic aqui: http://mediacenter.clicrbs.com.br/rbstvrs-player/45/player/165850/jornal-do-almoco-santa-rosa-sexta-feira-11-02-2011/1/index.htm

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Pudim sementes de Chia

















Pudim super saudável, para dar muita Energia!


Ingredientes


- 200ml de leite desnatado
- 180ml de água
- 3 colheres de sopa de mel
- 3 colheres de sopa de sementes de Chia
- 200g de ricota fresca
- 24 g de gelatina sem sabor

Modo de fazer

Coloque as sementes de Chia Giroil para hidratar na água. Aqueça bem o leite com o mel e em seguida acrescente a gelatina, mexa até dissolver. Leve essa mistura ao liquidificador e bata com a ricota. Em uma tigela acrescente a mistura e as sementes de Chia hidratadas, mexa bem. Em uma forma de pudim, alterne camadas de mousse de Chia e gelatina de sua preferência com pedaços de frutas. Para obter camadas bem distintas, deixe intervalos de 30 minutos na geladeira, entre uma camada e outra.

Mais informações veralpdv@hotmail.com

Para comprar sementes de Chia:
http://www.todotempo.com.br/index.php?manufacturers_id=121

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Óleo de Cártamo queima gordura abdominal - Emagrecer


















Revista Malu fala sobre óleo de Cártamo:

" Atenção! O óleo de Cártamo é um auxiliar na perda de peso. Mantenha uma dieta balanceada.


É uma substância natural que queima gordura, enrijece os músculos e combate o colesterol ruim.


Extraído de uma planta bem próxima do girassol, o óleo de cártamo é a nova aposta nas dietas de emagrecimento. Apesar de não ser um suplemento alimentar, por não poder substituir nenhum alimento, ele tem excelentes propriedades nutricionais.

Ação
  • Estudos indicam que o óleo de cártamo contém substâncias que obrigam o organismo a usar a gordura acumulada como combustível.
  • dessa forma, ele impede a formação dos temidos pneuzinhos, contribuindo para maior eliminação da gordura corporal e dando mais energia.
  • Isso acontece por que seus nutrientes conseguem inibir a ação de uma enzima específica (LPL - Lípase Lipoproteica), fazenndocom que a musculatura seja definida mais depressa.
  • SE o seu organismo estiver em equilíbrio, o consumo adequado do óleo de cártamo ajuda no combate ao colesterol ruim e na diminuição do apetite.
  • E, por atuar na camada interna da pele, ele também trata e previne a celulite.
Indicação
  • Não existe contraindicação. Qualquer pessoa pode tomar, por ser Extra virgem, sem adição de absolutamente nada, Óleo de Cártamo Giroil pode ser consumido de 1a 2 colheres de sopa ao dia.
  • Porém, apesar de ser vendido sem receita, é importante procurar um profissional que avalie a quantidade necessária para ser consumida no seu caso.
Onde encontrar?

  • O óleo de cártamo pode ser encontrado em Lojas de Produtos Naturais."

Então, quer chegar enxuta no verão, sem celulite e pneuzinhos? E ainda ter sua saúde em dia, com colesterol e triglicerídeos mais baixos. Procure uma loja de produtos naturais e pegue o seu vidro de Óleo de Cártamo, em vidros de 260ml, muito mais sabor, com menos custo!!!

Revista Malu http://www.flickr.com/photos/giroil/4974430865/

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Sementes de Chia é ideal para atletas de endurance, diabéticos e perda de peso natural













Depois de séculos de obscuridade a semente da planta Salvia Hispanica, conhecido Como Chia, mais uma vez assumir um papel como fonte de alimento de suma importância, na dieta de pessoas conscientes do papel da alimentação na saúde. Chia inicialmente cultivada no sul do México, foi um marco da cultura Inca, Maias e Astecas. Chia é a palavra Maia para força. Chamaram chia de "execução de alimentos", porque os mensageiros poderiam correr o dia todo, com apenas um punhado de sementes, com uma incrível resistência.

O que as pesquisas estão constatando é que as sementes de Chia tem um dos maiores perfis de benefícios científicos de todos os alimentos conhecidos, incluindo:

- Baixar o nível de açúcar no sangue;

- Baixa pressão arterial ;

- Aumento da energia e resistência;

- Melhorar saúde cardiovascular;

- Estimular o crescimento e o desenvolvimento neurológico da criança;

- Contribuir para a fluidez da membrana neural;

- Melhora nas funções neurológicas;

- Melhorar a saúde do cólon e do intestino;

- Diminuição do refluxo gastro-esofágico e azia;

- A perda de peso saudável;


Chia oferece um surpreendente equilíbrio de macronutrientes, óleos e fibras. Com mais cálcio que leite integral, mais magnésio que brócolis, mais capacidade antioxidante do que as uvas mirtilo, mais ferro que o espinafre, mais potássio que bananas e mais proteína do que o feijão, soja ou ervilhas. Também é a mais alta fonte de ômega 3 de origem vegetal. É alimento de mega energia e construtor de endurance (resistência). Por não ter glúten, é ótimo para celíacos.

Como fonte de proteínas, as sementes são facilmente digeridas e absorvidas, resultando em um rápido transporte de nutrientes para o tecido para a utilização pelas células. Esta assimilação eficiente faz chia muito eficaz quando o rápido desenvolvimento do tecido é necessário, como durante períodos de crescimento de crianças e adolescentes, o crescimento e regeneração dos tecidos de uma mulher durante a gestação e a lactação, durante o treinamento atlético ou competições que necessitam de grande resistência e durante a reabilitação de uma lesão ou doença.

As sementes de Chia oferecem a maior porcentagem natural conhecida de ácido graxo, ômega 3(60-64%). Os ácidos graxos são necessários para a absorção das vitaminas lipossolúveis A, D, E e K e da atividade glandular normal, especialmente para as supra-renais ea glândula tiróide. Eles também nutrem a pele e são essenciais para saudáveis as membranas mucosas, nervos e funcionamento normal do sistema reprodutivo. Eles também podem ser importantes na redução de depósitos de colesterol.

A camada externa da semente é rica em fibras solúveis mucilagem, chia possui 5% de fibras solúveis e insolúveis em 2% , em equilíbrio ideal e absorve até 10 vezes seu peso em água. As fibras insolúveis arrastam detritos e toxinas das paredes do cólon.

Como sementes de chia pode conter até 10 vezes seu peso em água, há uma maior eficiência na utilização dos fluidos do corpo e o equilíbrio de eletrólitos do corpo é muito melhor mantida. Isto também significa uma melhor absorção de nutrientes, enquanto permitindo uma regulação mais eficiente do intestino. O colóide gelatinoso hidrofílico formado por sementes de chia quando são misturados com água ou suco de estômago, cria uma barreira física entre os carboidratos e as enzimas digestivas. Os carboidratos são digeridos e, transformado em glicose (açúcar no sangue) a um ritmo lento e uniforme, com um pico de insulina necessário para reduzir o nível de açúcar no sangue, sendo ótima para pessoas com diabetes. Essa lenta conversão de carboidratos em energia é um grande auxiliar na resistência, tão sonhada pelos maratonistas.

Esse gel no estômago, retarda a digestão e absorção dos hidratos de carbono e tem um dos perfis mais amplo variando de nutrientes de qualquer alimento disponível. Diferentes nutrientes são entregues gradualmente para o sistema, de liberação lenta, esta riqueza de nutrientes ajuda a criar uma sensação de saciedade ao longo de um período significativo de tempo, porque muitas das necessidades nutricionais do corpo estão sendo totalmente satisfeitas. Beber um copo de gel chia antes de uma refeição pode reduzir significativamente a fome e a necessidade de comer tanto, bem como diminuir o desejo por alimentos doces. Essa plenitude ajuda no emagrecimento saudável, sem comprometimento da saúde.

Chia pode ser armazenado por longos períodos de tempo, até cinco anos, sem ficar ranço, o que os torna um ideal "alimentar a sobrevivência." Isso acontece porque eles contêm antioxidantes poderosos que protegem os seus óleos saudáveis.

Para você que necessita diariamente de muita energia, vencer as tarefas diárias ou grandes maratonas, chia é uma das melhores opções de alimento, dando aquele pique mágico que só os guerreiros Maias e os Tarahumara sabiam aproveitar.


Para comprar sementes de Chia na Loja Giroil

http://loja.giroil.com.br/

domingo, 17 de outubro de 2010

FARINHA DE LINHAÇA INTEGRAL TEM QUE SER ESTABILIZADA









O mercado de alimentação no Brasil observa um crescente perfil de consumidores voltados para uma reeducação alimentar que traga benefícios diretos à saúde e ao bem-estar físico e mental, o que incentiva a popularização de produtos como a linhaça nas gôndolas dos supermercados.

Contudo, apesar do interesse em saber que um alimento como a linhaça faz bem à saúde, muitos consumidores menos informados ainda hesitam em experimentar este grão, por não saberem exatamente como encaixá-lo dentro de seus hábitos alimentares e até mesmo sobre os cuidados necessários em sua armazenagem.

Atenta a esta necessidade, empresas como a Giroil investem na diversificação das formas de comercializar este alimento, potencializando o seu consumo nas mais diversas refeições e esclarecendo detalhes importantes sobre os seus atributos - como o fato de que os grãos triturados é a melhor forma para o organismo absorver todos os nutrientes da linhaça.

Neste contexto, produtos como a Farinha de Linhaça Dourada Integral já vem pronto, para oferecer ao consumidor todas as propriedades naturais associadas a este alimento de maneira prática e saborosa - como manda a cartilha da alimentação moderna e funcional.

As opções de consumo da farinha de linhaça nas refeições são muitas: o alimento pode ser adicionado em sucos, iogurtes, shakes, saladas de fruta, cereais matinais, como em pães, doces, biscoitos e até mesmo em pratos salgados - a recomendação dos nutricionistas é de se introduzir de uma a três colheres diárias do produto na dieta cotidiana.

A semente de linhaça dourada, uma versão que se destaca por um sabor mais suave e textura mais macia é produzida sem a utilização de agrotóxicos e se destaca pelo alto teor vitamínico, benefícios nutricionais, os atributos digestivos e de limpeza do organismo proporcionada pelas fibras, o equilíbrio hormonal associado às lignanas, a presença de ômega 3 e 6, além do aporte de minerais como cálcio, fósforo e magnésio e propriedade antioxidante.


Mas é necessário que a farinha de linhaça, tenha passado por um processo térmico especifico, onde as enzimas presentes nas farinhas integrais sejam inativadas, farinhas não tratadas podem acarretar rapidamente em rancificação que resulta num sabor desagradável. A rancificação é resultante de sua atividade enzimática, mais propriamente é devida a ação de uma enzima chamada lipoxidase que catalisa a oxidação dos ácidos graxos polinsaturados. O resultado é o surgimento de radicais que podem afetar outras moléculas, inclusive as proteínas.


A Giroil desenvolveu um processo de estabilização por inativação enzimática que consegue alcançar alto grau de eficiência na farinha de linhaça integral, a fim de tornar seu uso mais fácil, sadio e organolepticamente (cor, sabor, odor) agradável. Esse processo também é responsável pelo aumento da digestibilidade, devido á inativação de alguns fatores antinutricionais.

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Verão - Emagrecer - Tempo de cuidar da saúde e do corpo



Com a chegada do Verão, a maior parte das pessoas parece preocupar-se mais com aquilo que ingere e, é nesta época do ano, que mais se fazem dietas. Muitas vezes, esses regimes alimentares são de tal forma drástica que originam problemas de saúde graves. Vamos esclarecer sobre os conceitos de calorias e energia, com o objetivo de que possam escolher mais acertadamente os alimentos que pretendem ingerir e assim, realizar dietas mais equilibradas.


O conceito de energia aplica-se à nutrição no que se refere ao consumo e à quantidade de alimentos que o ser humano necessita para viver. O joule (J) é a unidade de energia, mas continua a ser hábito falar-se de calorias. A caloria nasceu como unidade de "calor" e, em termodinâmica, a caloria é definida como a quantidade de energia necessária para elevar 1ºC à temperatura de 1g de água. No caso de corpo humano, um grande consumidor de energia, utiliza-se valores mais elevados e, por essa razão, utilizam-se as quilocalorias (kcal), vulgarmente chamadas apenas de calorias. Assim, a caloria é a unidade de medida do valor calórico (isto é, energético) dos alimentos. Apenas a título de curiosidade, 1 caloria (ou 1 kcal) corresponde a cerca de 4,2 quilojoules (kJ), unidades a que já estamos tão habituados nas composições nutricionais dos produtos alimentares que consumimos.
Mas que quantidade de energia fornece determinado alimento e como se calcula o seu valor calórico? Existem quatro elementos que fornecem energia ao corpo humano, porém apenas três deles também fornecem nutrientes. São eles: as proteínas, os carboidratos (hidratos de carbono) e os lípidos (gorduras). O quarto elemento é o álcool que não fornece nenhum nutriente, exceto energia, praticamente sob a forma de calorias, neste caso, as chamadas "calorias vazias". O valor calórico de determinado alimento ou a energia que fornece é calculada através da seguinte fórmula: 1 grama de proteínas fornece 4 cal (ou seja, 4 kcal), 1 grama de carboidratos também fornece 4 cal e 1 grama de lípidos fornece 9 cal. Por seu lado, 1 grama de álcool fornece 7 calorias.
Todas as atividades que realizamos implicam um gasto de energia, sejam as mais básicas (manter a temperatura corporal, respirar, pensar, falar, etc.), ou outras atividades físicas como a prática desportiva, por exemplo. As necessidades calóricas variam de acordo com a estatura, a intensidade do exercício muscular que se exerce (ou não exerce) e com a amplitude das variações térmicas ambientais. Variam ainda em determinados estados biológicos (gravidez e amamentação, por exemplo). As necessidades calóricas variam ao longo da vida e diminuem com o decorrer da idade. Destaca-se ainda o fato de que no decurso de doenças, as necessidades calóricas aumentarem bastante. Se o aporte de nutrientes não for suficiente, o peso corporal diminui devido à perda de tecido adiposo (ou seja, energia que se encontrava em reserva) e à custa da destruição de tecido muscular.
Em suma, se procura controlar o peso e fazer uma dieta saudável e equilibrada deve respeitar a proporção em que os diferentes nutrientes entram na alimentação. Para uma dieta segura e equilibrada o melhor e ter o acompanhamento de uma nutricionista.

Chia, alimento completo: Proteínas, carboidratos e lipídios

A semente de chia (Salvia hispanica L.) é um dos alimentos mais completos e nutritivos. Oriunda do México, da família das mentas, trata-se de uma pequena semente de forma oval, de cor castanho claro, cuja composição nutricional e respectivos benefícios para a saúde já são conhecidos há centenas de anos, apesar de só mais recentemente se ouvir falar desta semente.
Extremamente rica em fibras, antioxidantes, proteínas, vitaminas e minerais, sendo a fonte vegetal mais rica em ácidos gordos ômega-3 que se tenha conhecimento até à data. Contém mais ômega-3 que o salmão ou as sementes de linho, mais antioxidantes que os mirtilos, mais fibras que os flocos integrais e mais cálcio do que o leite gordo.
A sua riqueza em ômega 3, entre outros, aumenta a resistência contra doenças e confere propriedades anti-inflamatórias. O óleo de chia é rico em antioxidantes naturais, impedindo a oxidação das gorduras, razão pela qual os ácidos gordos ômega-3 administrados através da chia são extremamente estáveis e podem ser conservados durante muito tempo, contrastando com o que se passa com a maior parte das outras fontes
de ômega-3.
A chia pertence, exatamente como o psílio e a linhaça ou sementes de linho, às sementes mucilaginosas. Estas sementes são de fato ricas em mucopolissacarídeos e constituem uma excelente fonte de fibras alimentares solúveis e insolúveis. São os mucopolissacarídeos solúveis que formam um gel mucoso incolor à superfície das sementes, quando entram em contacto com a água. Quando se coloca um punhado de sementes de chia num copo de água, constata-se que após alguns minutos o copo está cheio com um tipo de gel. Estas mucilagens são benéficas para os intestinos. Podem absorver até 12 vezes o seu peso em água, o que faz que melhorem a qualidade e a consistência das fezes. A digestão é feita de forma mais lenta, ajudando também a equilibrar a glicemia, prevenindo e controlando situações de diabetes.
Estas sementes fizeram parte da dieta dos Astecas e Maias. As rações dos guerreiros Astecas eram compostas por apenas 2 colheres de sopa destas mesmas sementes, o suficiente para 24 horas de sobrevivência.
Hoje em dia, são já vários os estudos científicos que ajudam esta semente a ganhar rapidamente uma enorme popularidade.
Pode juntar as suas sementes de chia nos cereais, iogurtes ou saladas;

Razões para consumir chia

- São nutritivas - além do destaque da sua riqueza em ómega 3, são ricas em antioxidantes, cálcio, proteínas, fibras, vitaminas e minerais.

- São energizantes - não só fornecem energia de forma rápida e duradoura, como fornecem vigor e endurance. O termo endurance, que é amplamente utilizado, significa a capacidade de resistência aeróbia de longa duração, ou seja, a capacidade de manter contrações musculares por um período de tempo prolongado.

- Reduzem a vontade de petiscar - devido à sua capacidade de absorção de líquidos e ao seu teor de fibra altamente solúvel, ajuda na libertação de carboidratos complexos de forma lenta e natural na corrente sanguínea.

- São de fácil digestão - não há necessidade de serem cozinhadas antes de serem ingeridas. O organismo humano consegue digerir facilmente as sementes de chia. Estas ajudam por exemplo, na manutenção de uma boa pressão arterial e no equilíbrio da glicemia.

- São versáteis e fáceis de usar - poderá comer as sementes diretamente, de forma simples, ou adicioná-las à sua bebida favorita, cereais ou saladas.

Dica: Pode também fazer a sua própria “Chia Fresca”, uma bebida popular no México e na América central. Junte 2 colheres de sopa de sementes a 250ml de água e agite. Irá obter um líquido ligeiramente gelatinoso. Adicione sumo de lima ou limão e delicie-se!

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Você sabe a diferença entre um Óleo de Canola e Girassol extra virgem de um refinado?













A gordura deixou de ser a vilã de todo prato, de toda hora. Deixou de ser também a eterna inimiga das artérias. E — viva! —, dependendo do tipo, pode ajudar até a emagrecer

O século 21 tem se caracterizado pela liquefação e reabilitação instantânea de reputações. A da gordura é um exemplo flagrante. Banido da intimidade das cozinhas, erradicado dos menus de muitos restaurantes e extirpado da fórmula de vários alimentos industrializados, esse nutriente é um daqueles personagens que voltam à boca do povo como um benfeitor injustiçado.

Mas, se a gordura não é de todo culpada, o que explicaria a eclosão sem fim de infartos e acidentes vasculares cerebrais nos últimos anos? Especialistas americanos apontam a espátula, ou melhor, o dedo para os carboidratos simples que aparecem nos doces e no arroz branco. É que muita gente privilegia esse tipo de comida em detrimento das fontes gordurosas. Esse é um erro grave, carboidratos simples se transformam rapidamente em açúcar e se não consumido pelo seu corpo vira depósito de gordura, aumentando colesterol e triglicerídeos, congestionando artérias e obviamente levando ao aumento de peso. Devemos dar sempre preferência a carboidratos complexos, como arroz e farinhas integrais, que são quebrados mais lentamente pelo sistema digestivo, e entram na corrente sangüínea, mais lentamente.

Estudos associam cardápios excessivamente magros e infertilidade. A gordura participa da produção de hormônios como o estrógeno e a testosterona e entra na composição de membranas celulares. Se você imaginar que todo o seu corpo é composto de células, dá para supor a importância de comer fontes gordurosas em todas as refeições. Na falta delas, nosso organismo não se beneficia das vitaminas A, D, E e K, que não à toa são chamadas de lipossolúveis. A gordura é indispensável para a absorção dessas vitaminas.

Mas é importante saber qual gordura comer, existe gorduras saturadas e insaturadas. As saturadas e trans são péssimas já as insaturadas que se dividem em monoinsaturadas e poliinsaturadas, são chamadas “gorduras boas”, com ácidos graxos essenciais, os ômegas 3, 6 e 9.

Para que um óleo de Canola e Girassol fiquem no estado insaturado é necessário que ele seja extraído a frio, extra virgem, onde as moléculas permanecem no estado Cis Cis, oposto a trans.

Óleos extraídos a frio, são elaborados de forma artesanal, onde as sementes são esmagadas em prensa mecânica. O óleo bruto obtido passa por um processo de decantação dos materiais turvos suspensos, após é filtrado sem adição de nem um produto químico, conservando todos os elementos nutritivos e as informações energéticas da planta que lhe deu origem. Nos óleos vegetais encontram-se os Ômegas, ácidos graxos essenciais, que são moléculas de gordura encontradas em algumas sementes oleaginosas, como de linhaça, girassol, canola e cártamo.


Para que essas moléculas de gorduras estejam em estado funcional e bioativas (ativam a vida), esses óleos devem ser extraídos a frio, não mais de 45 graus. Os ácidos graxos essenciais são às "gorduras boas", que são necessárias as células de nosso corpo e exercem papéis fundamentais na produção de energia, aumento de metabolismo e crescimento muscular, transporte de oxigênio, crescimento normal celular, funções nervosas e regulação hormonal, auxiliam no funcionamento da mente, ajudando na transmissão do impulso nervoso, e melhorando a saúde cardiovascular diminuindo os níveis de colesterol e triglicerídeos.

Óleo de Girassol e Canola refinados são extraídos à custa da aplicação de alta temperatura, alta pressão e solventes químicos. Altas temperatura e pressão provocam a oxidação da delicada estrutura química dos óleos vegetais o que faz com que percam as suas qualidades nutricionais, e transformando-se em gorduras saturadas.

Também existem evidências de que as gorduras poliinsaturadas e monoinsaturadas atuam na adipogênese, ou seja, na proliferação das células de gordura, os chamados adipócitos, ajudando no emagrecimento saudável. Para diminuir a “barriga de chop” e os famosos “pneuzinhos”, é imprescindível acrescentar diariamente em nosso cardápio gorduras boas, Extra vrgem!

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

“Nascido para Correr” e sementes de CHIA













Chia rica em Ômega 3, Antioxidantes, Fibra Dietéticas, Proteínas, Vitaminas e Minerais


Tudo começou com uma simples pergunta: "Por que os meus pés doem"? Para responder, o jornalista Christopher McDougall teve que passar pela maior aventura de sua vida, entre personagens inacreditáveis num dos lugares mais remotos e perigosos do mundo. Christopher McDougall é jornalista formado em Harvard nos EUA, um fã de corridas ao ar livre e sofria com constantes problemas ao se exercitar. Se quisesse uma solução verdadeira não poderia percorrer apenas laboratórios, mas teria que se embrenhar entre os desfiladeiros mais isolados do México, onde vivem os índios Tarahumara, os maiores corredores de todos os tempos.

No livro “Nascido para correr”, relata a história desconhecida dos
índios Tarahumara que habitam a região de encostas e cânios inacessíveis na fronteira mexicana com os Estados-Unidos. Eles são os melhores corredores do mundo, superando em muitas vezes a resistência de maratonistas experientes. Com a maior naturalidade, correm distâncias enormes, em condições inacreditáveis para qualquer atleta de elite. O seu talento sobre-humano é compensado pela saúde e serenidade misteriosa, deixando o Tarahumara imune às doenças e conflitos que afligem a vida moderna.

Os cientistas há muito se perguntavam o que lhes confere resistência tão grande. McDougall procurou desvendar os segredos da dieta dos Tarahumara, descobrindo que é rico em proteínas, hidratos de carbono complexos e fibras, mas pobre em açúcares simples, gorduras e colesterol. A grande descoberta para os Tarahumara ter resistência tão grande é a sementes de CHIA, um superalimento originalmente cultivada pelos Incas, maias e Astecas.

Para os maias chia (Salvia hispanica) foi um dos quatro cultivos básicos destinados à alimentação humana, juntamente com o milho, feijão e amaranto.. Era uma fonte de energia para longas viagens e comida para os combatentes, combinado com o milho. Chia foi utilizado na preparação de uma bebida refrescante e nutritiva, personalizada, com variações, persiste até hoje na Europa Central e é chamado de "chia fresca": água, suco de limão e sementes de chia.

Chia é Super-Energético aumenta a resistência e energia. Uma mistura equilibrada de proteínas, gorduras essenciais, fibras, carboidratos complexos e antioxidantes. Chia é inigualável entre todas as sementes e grãos para fornecer energia para o corpo e a mente.

Benefício das sementes de chia

Melhora a saúde cardiovascular - Fornece níveis extremamente elevados de ácidos graxos essenciais. Chia contém o percentual mais alto conhecido de ômega-3(ácido linolênico), um incrível percentual de 62% a 64%.

Estabiliza o açúcar no sangue - Reduz a glicose do sangue, a fibra solúvel exerce uma influência estabilizadora nos níveis de glicose, regulando a velocidade com que os carboidratos complexos são digeridos e assimilados pelo corpo.

Reduz a vontade de docesA fração solúvel das fibras traz benefícios à saúde, porque apresentam efeito metabólico no trato gastrintestinal, retardam o esvaziamento gástrico e o tempo do trânsito intestinal, a fibra solúvel permite a liberação lenta dos carboidratos refinados.

Capacidade gelificante – Deixando 15 minutos de molho na água, forma um gel que, arrasta gorduras, poluentes e metais pesados contidos nos alimentos, retardando o tempo de esvaziamento gástrico (dificultando picos glicêmicos), proporcionando substrato fermentável para bactérias do cólon, reduzendo o colesterol, melhorando à tolerância a glicose e fixando os ácidos biliares.

Maior foco e concentração – balanceadas proporções entre gorduras essenciais, Omega-3 e Ômega-6, são conhecidos por seus efeitos antidepressivos. As gorduras essenciais tornam as membranas celulares mais flexíveis e permitem que a função da membrana fique mais eficiente, incluindo a transmissão nervosa e melhor transporte de nutrientes para as células. Um sistema nervoso saudável suporta a função cerebral mais eficiente.
Proteínas de alta qualidade - uma porcentagem mais elevada do que a encontrada em outros grãos, como trigo, milho, arroz ou aveia. Além disso, a chia é rico em antioxidantes naturais, o que significa que permanece fresco por mais tempo e material de poderosos antioxidantes da dieta.

Sem glúten Chia é um alimento ideal para pessoas que possuam sensibilidade ao glúten, intolerância aos carboidratos, a hipoglicemia, doença celíaca, doença de Crohn.

Excelente alimento funcional - Estudos não encontraram nenhuma evidência de reação alérgica a chia, mesmo entre indivíduos com alergias do amendoim e da porca da árvore. Além disso, a chia é um superalimento ideal porque é portátil, não estraga facilmente (isto é, protegido por antioxidantes naturais), e pode ser armazenado com segurança por períodos prolongados; chia pode ser comido cru, mas também permanece fresca após trituração, e até mesmo depois de ser misturado com água, (como um gel) pode manter por até duas semanas na geladeira.

Super-hidratação e equilíbrio eletrolítico - As sementes de Chia dobrar de 10 a 12 vezes o seu peso em água. Quando sementes de chia é colocado em água, suco ou misturado (inteira ou moída) em alimentos úmidos, ela incha muito e, assim, proporciona hidratação eficaz para o seu corpo. A água é o principal componente do nosso corpo, o valor de chia para a hidratação é muito importante, especialmente para pessoas ativas, e pode fazer uma enorme diferença em seus níveis de hidratação, e, assim, na sua qualidade de vida.

A propósito, a corrida de longa distancia diminui as taxas sangüíneas de mau colesterol (LDL) e estimula a produção do bom colesterol (HDL). Fortalece ossos prevenindo osteoporose. Ajuda a controlar o estresse (stress). Torna o sono mais agradável. Diminui a ansiedade. Acho que também vou adotar esse habito! Mas não esqueça que uma boa alimentação é fundamental.


terça-feira, 3 de agosto de 2010

"Chia fresca" ou Iskiate -Emagrecer saudável



Bebida popular no México, a "Chia fresca" ou também chamada Iskiate é feita apartir de sementes de Chia( Salvia hispanica).

Receita: um copo de água, duas colheres de sementes de chia. Deixar 15 minutos de molho, acrecentar suco de limão, adoçar com mel, adoçante ou outro de sua preferencia.





As sementes de Chia, é o terceiro pseudocereal a chegar no Brasil, depois da quinua e do amaranto. Sementes de chia são fonte de Ômega 3 em altissima quantidade, muito mais que linhaça, chegando dependendo do solo em que é plantada, a 64%.

Os brilhantes astecas utilizaram essas sementes poderosas para obter sustento em caçadas longas e árduas, expedições comerciais e em batalhas. Os corredores podiam levar mensagens em todo o seu imenso reino, confiando apenas nas sementes como sua única fonte de alimento.

A nação asteca, incrivelmente avançada, cultivava a Salvia hispanica L., que eles chamavam de chia, como um de seus pilares nutricionais. Eles se referiam a ela como "comida de corrida", pois esta oferecia a eles energia e força extraordinários. A chia foi para os astecas o que o ginseng é para o oriente - o segredo nutricional para restaurar o vigor. Oferece nutrientes essenciais, inclusive ácidos graxos essenciais (ômega 3) e fibras dietéticas solúveis e insolúveis em abundância. Além disso, é uma fonte excepcionalmente boa de vitaminais, minerais e proteína vegetal de qualidade inigualável.

É ótima para todos

  • Profissionais ativos
    Como ser multitarefa tornou-se um estilo de vida na sociedade ocidental, poucos adultos têm tempo para refeições adequadas durante o dia. Muitos apelam para os restaurantes fast food para refeições 'para viagem' como hábito de conveniência. Como a Chia possui uma densidade nutricional ideal, formulações convenientes e pode ser integrada a qualquer alimento, é a perfeita estratégia para obter uma dieta nutritiva. Com Chia, mesmo dietas empobrecidas podem ser melhoradas.
  • Indivíduos de meia-idade e idosos
    Os altos níveis de antioxidantes, proteínas, aminoácidos essenciais, vitaminas, minerais, magnésio, cálcio, fósforo, ferro, potássio e fibras dietéticas da Chia contribuem para uma saúde melhor e para o bem-estar.
  • Crianças e adolescentes
    As principais pesquisas nutricionais na América mostram diversas deficiências de nutrientes essenciais na dieta dos adolescentes. O sabor neutro da Chia se mistura a qualquer alimento, tornando-se o sistema perfeito para fornecimento de nutrientes valiosos que muitas crianças não ingerem.
  • Atletas
    Com ferro, aminoácidos essenciais, cálcio, fósforo, eletrólitos e poli-insaturados Ômega 3 em abundância, a Chia é adequada para auxiliar na resistência esportiva, no desempenho atlético e na recuperação física.
  • População acima do peso
    Em uma era de dietas da moda e da conveniência do fast food oferece um sistema de fornecimento natural e conveniente de muitos nutrientes essenciais. A Chia é fonte alimentar integral natural de fibras, com sementes que absorvem até 12 vezes seu peso em água. Como as sementes de Chia se expandem no estômago, elas ajudam a suprimir a fome por períodos maiores.
  • Mulheres
    A Chia é o suplemento perfeito para a dieta feminina, pois contém cálcio, fósforo, ferro, poli-insaturados ômega-3, ácido fólico, magnésio e antioxidantes - todos os nutrientes essenciais que uma mulher precisa em um sistema de fornecimento de alimentação integral conveniente.
  • Pessoas com problemas digestórios
    Pela sua concentração extremamente elevada de fibras dietéticas, a Chia ajuda na saúde do cólon e em problemas digestórios, além de facilitar o processo digestório.
Mais informações veralpdv@hotmail.com

quinta-feira, 22 de julho de 2010

CHIA – O Super Alimento


Sementes de CHIA são oriundas do México e Guatemala, e eram consideradas um Super Alimento para os Incas e Maias, sendo que os seus guerreiros alimentavam-se alguns dias só com estas sementes em tempos de batalhas. O significado de Chia é “força”, pela energia que proporciona e naquela época valia mais do que o próprio ouro. As sementes de Chia são a terceira semente Andina a ressurgir, primeiro foi a quinua, depois o amaranto e em breve veremos muito falar da Chia.

Quando uma colherada de “chia” é despejada num copo d’água e deixada por 30 minutos, se formará como uma gelatina sólida. Este gel, ou gelatina, é criado devido à fibra solúvel que contém. Pesquisadores acreditam que este mesmo gel é o fenômeno que ocorre no estômago quando a comida contém este tipo de fibra pegajosa conhecida como mucilagem.

O gel criado, quando ingerido, produz uma barreira física, que divide as enzimas digestivas dos carboidratos, isto faz uma lenta conversão de carboidratos em açúcar. Tende a fazer uma digestão lenta e mantém os níveis de açúcar no sangue, a qual pode ser útil na prevenção e controle da diabete.

Fácil de digerir, a absorção de água na “chia” é uma ajuda importante para a digestão humana. A “chia” amolecida n’água é melhor absorvida e digerida. Isto significa um rápido transporte aos tecidos.

Vejamos as suas características:

  • Cerca de 19 a 23% do seu peso é proteína completa, contém todos os aminoácidos essenciais em equilibrio perfeito.
  • 60% do seu óleo é Ómega 3 e 40% Ómega 6.
  • Contem: 5 vezes mais cálcio do que o leite; 3 vezes mais ferro do que os espinafres; 15 vezes mais magnésio do que os brócolis; 2 vezes mais potássio que a banana; 3 vezes mais antioxidantes que a uvas-do-monte (mirtilo). É também rico em manganêsio e boro (que também é fundamental para os ossos).
  • 100% natural, sem glúten e não OGM.

Benefícios:

  • As sementes de Chia são o sonho de quem faz dieta, pois eliminam a fome por aumentarem o seu volume evitando assim o desejo de ingerir mais alimentos e, além disso, limpam o corpo das toxinas dos intestinos.
  • Equilibram o açúcar no sangue, garantindo energia ao longo do dia e diminuindo o risco de diabetes tipo 2.
  • Ajudam a regular o trânsito intestinal, previne divertículos (divertículos), pois a sua fibra solúvel hidrata o cólon e facilita o movimento peristáltico.
  • Elimina os desejos constantes de petiscar comida.
  • Ajuda a diminuir os níveis de colesterol e triglicerídios.
  • São também muito benéficas para desportistas, pois por serem hidrofílicas, e absorverem até 10 vezes o seu peso em água, mantêm o corpo hidratado.
  • No caso de refluxo gastro esofágico, colocar 1 colher de chá de sementes de chia num pouco de água, mexer e beber de imediato. Aguardar uns minutos e depois beber 1 copo cheio de água. Ajudam a absorver o excesso de ácido.

Indicadas para:

    • Perda de peso e manutenção
    • Problemas da tiróide
    • Hipoglicémia e diabetes
    • Sindrome do cólon irritável
    • Doença celíaca (intolerância permanente ao glúten)
    • Refluxo gastro esofágico
    • Hipercolesterolemia (nível alto de colesterol no sangue)
    • Indispensável para os vegetarianos por conter muita proteína

Bebida popular no México e na América Central chamada “chia fresca” : 1 colherada das sementes num quarto de litro de água (você verá um líquido levemente gelatinoso). Adicione lima ou suco de limão e açúcar, e desfrute.



Comprar na Loja Giroil

http://loja.giroil.com.br/