terça-feira, 24 de maio de 2016

Pea protein - Proteína Isolada de Ervilha

Proteína de ERVILHA e suas propriedades:

– BCAA
Uma das principais razões pelas quais o produto faz sucesso é o fato da ervilha ser rica em aminoácidos de cadeia ramificada (BCAAs), que são compostos de proteína conhecidos por retardar a fadiga durante o exercício. Além disso, a quantidade de BCAAs presentes na proteína da ervilha é próxima à encontrada no leite e nos ovos, mas com menor probabilidade de causar alergias ou intolerâncias.
Alguns estudos mostraram que uma dieta rica em aminoácidos de cadeia ramificada (BCAAs), pode ajudar a manter o corpo em um estado de construção muscular durante o dia inteiro, diminuir a gordura abdominal, manter o usuário mais satisfeito entre as refeições, fornecer mais energia nos exercícios e muito mais. Como outras proteínas, a proteína de ervilha já vem embalada com BCAAs em sua composição.
– Hipoalérgico
A ingestão de proteína contínua vinda do whey protein, caseína, ovo e até mesmo da soja pode gerar o desenvolvimento de uma alergia ou intolerância, isso por conta dos ingredientes presentes. A alergia pode causar inchaço, gases, náuseas e outros sintomas.
Já o pó de proteína de ervilha não apresenta nenhum ingrediente que gere alergia. Isso configura-se um dos principais benefícios da mesma, e o risco de desenvolver uma alergia é quase impossível.
– Mais saúde e maior recuperação muscular
Para pessoas que praticam atividades físicas como a musculação, a proteína de ervilha ajuda no fornecimento de impulso de energia pré-treino e recuperação do músculo pós treino.
– Menos inchaço
Ao contrário do whey protein, a proteína de ervilha não causa inchaço, pois não contém nenhum traço de lactose nem de glúten. Alguns alimentos resultam em inchaço como traço de alergia, fique atento.
– Ajuda na perda de peso
A grelina é um hormônio da fome, que avisa o cérebro quando o estômago está vazio. A proteína de ervilha pode ajudar na perda de pesa pois ela diminui os níveis da grelina. Ela retarda esse processo pela formação de um maior número de peptídeos, atrasando assim o esvaziamento gástrico, diminuindo os níveis de grelina e mantendo maior saciedade por mais tempo.
Os níveis da grelina tendem a subir depois de um determinado tempo entre uma refeição e outra.
– Sem colesterol e sem gorduras
Ao contrário do whey protein, a proteína de ervilha é livre de colesterol e gordura. Ela é considerada uma proteína natural.
– Maior concentração proteica
Ao contrário de muitos produtos de proteína à base de plantas que têm apenas 10 a 15 gramas de proteína por colher, a proteína de ervilha pode ser até mesmo mais concentrada do que o Whey. Ela contém 25 gramas de proteína em 30 gramas de um scoop. 
– Satisfeito por mais tempo
Embora não seja tão facilmente digerida como o whey protein, ela é uma proteína de “digestão lenta”, e pode ser capaz de deixar o usuário satisfeito por mais tempo.
Em estudos realizados em 2011 pelo “Nutrition Journal”, pesquisadores descobriram que os consumidores que tomavam o pó de proteína de ervilha antes de uma refeição ingeriam menos calorias do que indivíduos que bebiam whey protein antes de comer. Isso acontece pois a proteína de ervilha libera hormônios que mantêm o usuário satisfeito por mais tempo.
Além disso, ela não deixa o consumidor estufado e contém aminoácidos que são facilmente absorvidos; isso já não acontece com proteínas à base de soja, que são de difícil digestão e não são utilizadas pelo corpo com exatidão.
– Zero lactose
Embora o whey protein isolado seja praticamente livre de lactose, alguns não suportam nem mesmo uma pequena quantidade. Por conta disso, a proteína de ervilha é uma ótima opção de substituição. Ela é livre totalmente de lactose.
– Pobre em carboidratos
Caso você siga uma dieta restrita em carboidratos, a proteína de ervilha se destaca ainda mais em seus benefícios. 
– Sem glúten
Além de atender alérgicos, vegetarianos e intolerantes a lactose, o produto também supre a necessidade de intolerantes ao glúten.

Propriedades

A proteína de ervilha contém arginina, um aminoácido que auxilia no aumento da imunidade, luta contra a disfunção erétil e melhora a fertilidade. Outro composto presente na ervilha é a lisina, que ajuda na absorção do cálcio, diminuindo com isso a perda de cálcio na urina e ajudando a manter os ossos fortes.
Com a junção da arginina, lisina e da fenilalanina, a proteína de ervilha cumpre as exigências de aminoácidos essenciais exigidas pela Organização Mundial da Saúde para adultos. Mesmo assim, ainda faltam alguns aminoácidos, ou seja, ela não é adequada como fonte primária de proteína.

Dicas

Muitos se preocupam com o sabor da proteína de ervilha. Uma boa dica é acrescentar um sabor extra, como adoçante, sementes de chia, frutas, legumes ou abacates. Isso faz com que mude o sabor e vire uma vitamina saudável.
Outro fator importante é sua mistura. Como qualquer proteína em pó, é importante misturar cerca de três a cinco minutos para ela diluir totalmente e não ficarem “bolotas” no líquido.
Caso você já seja consumidor de outras fontes de proteínas, a proteína vinda da ervilha também pode complementar seus objetivos atuais.
Mas lembre-se, cada produto atende a cada pessoa de forma diferenciada, ou seja, cada corpo precisa de uma quantidade diferente de nutrientes, minerais e necessidades nutricionais em geral. A melhor forma de descobrir qual a melhor opção e o melhor produto para seus objetivos é se consultar com um profissional da área da saúde como um nutricionista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário