Eritritol Giroil - Adoçante sem calorias.

Eritritol

O eritritol é um adoçante sem calorias, saboroso e de bom volume, adequado para uma variedade de alimentos e bebidas de calorias reduzidas e sem açúcar. Faz parte da dieta humana há milhares de anos devido à sua presença em frutas e outros alimentos. A tolerância digestiva do eritritol é bem elevada, não aumenta o nível glicêmico e é, portanto, seguro para diabéticos além de não promover a cárie dentária.

FATOS SOBRE O ERITRITOL


Adoçante sem calorias;

Adoçante de volume que pode ser misturado com adoçantes de baixo valor calórico (por exemplo, potássio de acessulfame e aspartame) e/ou outros polióis (por exemplo, sorbitol e xilitol);

Sabor doce sem resíduos e nenhum outro gosto após ingestão;

Pode ser usado em vários alimentos e bebidas, de doces a iogurtes, identificados como de baixo valor calórico ou zero caloria, baixo teor de gordura e sem açúcar;

Benéfico para os diabéticos, porque não eleva os níveis de glicose ou insulina no sangue;

Não contribui para a formação de cárie dentária;



USOS DE ERITRITOL

O eritritol, um poliol (álcool de açúcar), ocorre naturalmente em frutas como peras, melões e uvas, bem como em alimentos como cogumelos e outros derivados de fermentação, como vinho, queijo e molho de soja. O eritritol é um pó cristalino branco com um gosto doce sem resíduo, semelhante à sacarose. É aproximadamente 70% tão doce quanto a sacarose e flui facilmente devido à sua natureza não higroscópica.
O valor calórico do eritritol é zero caloria por grama e a alta tolerância digestiva o distingue de outros polióis. Como o eritritol é rapidamente absorvido no intestino delgado e rapidamente eliminado pelo organismo (24 horas), não é provável que tenha efeitos colaterais laxativos, às vezes associados ao consumo excessivo de polióis, após a ingestão de alimentos com eritritol.
Desde 1990, o eritritol é produzido comercialmente e adicionado a alimentos e bebidas para fornecer a doçura e também melhorar o sabor e a textura. Cargill Inc. e Jungbunzlauer disponibilizam o eritritol nos EUA e no mundo todo.

BENEFÍCIOS DO ERITRITOL

Zero caloria: nos EUA, na Europa e no Japão o eritritol tem zero caloria por grama de alimento para fins de identificação no rótulo. O valor de zero caloria baseia-se no processo de absorção e eliminação exclusivo do eritritol, que não envolve o seu metabolismo. Assim, o eritritol é excepcionalmente qualificado como adoçante de volume e zero caloria para a formulação de produtos de “calorias reduzidas” e “light”, que exigem 25 por cento ou mais redução calórica em relação à formulação padrão.
Tolerância digestiva elevada: o eritritol é rapidamente absorvido no intestino delgado e estudos têm demonstrado que não é fermentado pelo corpo humano.  Desse modo, é pouco provável que os alimentos com teores substanciais de eritritol provoquem gases e efeitos colaterais laxativos. Um recente estudo clínico concluiu que o consumo diário de 1 grama/kg do peso corporal de eritritol em vários alimentos e bebidas durante um dia é bem tolerado por adultos, se comparado com os alimentos que contêm sacarose.
Seguro para diabéticos: estudos clínicos de 14 dias e dose única demonstraram que o eritritol não afeta os níveis de glicose ou insulina no sangue. Estudos clínicos realizados com diabéticos concluíram que o eritritol pode ser usado com segurança para substituir a sacarose em alimentos formulados especificamente para diabéticos. Naturalmente, esses pacientes devem considerar o impacto em sua dieta dos outros ingredientes utilizados nos alimentos adoçados com eritritol.
Não provoca cáries: o eritritol, como outros polióis, não prejudica os dentes e é resistente ao metabolismo por bactérias bucais, que quebram açúcares e amidos para produzir ácidos que podem levar à perda do esmalte dos dentes e à formação de cáries. Portanto, não é cariogênico. A utilidade dos polióis, inclusive o eritritol, como alternativa aos açúcares e como parte de um programa abrangente para a adequada higiene dental, foi reconhecida por cientistas e autoridades normativas.

 SEGURANÇA

A segurança do eritritol como ingrediente de alimentos, desde que de acordo com o seu uso pretendido, está justificada por vários estudos de segurança em humanos e animais, incluindo estudos de alimentação de curto e longo prazos, de teratologia e reprodução de várias gerações.  O Comitê Conjunto de Especialistas em Aditivos Alimentares (JECFA) da OMS/FAO analisou a segurança do eritritol em 1999 e estabeleceu uma IDA (ingestão diária aceitável) “não especificada”, a categoria de segurança mais alta possível.
O eritritol é utilizado no Japão desde 1990 em doces, chocolates, refrigerantes, gomas de mascar, iogurtes, recheios, coberturas para cookies, gelatinas, compotas e substitutos do açúcar. Petições foram apresentadas a outras agências governamentais em todo o mundo para ampliar o uso de eritritol. Recebeu aprovação para uso em alimentos em mais de 50 países como Canadá, EUA, Brasil, México, Austrália e a União Europeia.

ABORDAGEM DE VÁRIOS INGREDIENTES PARA O CONTROLE DE CALORIAS

O eritritol mistura-se bem com outros polióis e sabores e pode mascarar sabores desagradáveis como o amargor, às vezes associado a outros adoçantes de baixo valor calórico. O eritritol é sinérgico com adoçantes de baixo valor calórico como aspartame, acessulfame de potássio e adoçantes de estévia, resultando em uma combinação de adoçantes mais doce do que a soma dos componentes individuais e com um perfil de sabor melhorado, com sabor superior e vantagens econômicas e de estabilidade.
Fonte: Polióis




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como preparar sementes de chia

CHIA – O Super Alimento

REFLUXO GÁSTRICO, AZIA E SEMENTES DE CHIA