terça-feira, 21 de junho de 2011

Metas da educação alimentar


Confira as 14 metas da educação alimentar, indicadas pelo Centro de Referência em Nutrição da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (USP).




1) Faça de 5 a 6 refeições por dia.
2) Frutas na sobremesa e nos lanches.
3) Coma verduras e legumes no almoço e no jantar.
4) A porção de carne deve ser do tamanho da palma da mão.
5) Troque a gordura animal por vegetal e consuma com moderação.
6) Modere nos açúcares e nos doces.
7) Diminua o sal e os alimentos ricos em sódio.
8) Consuma leite ou derivados na quantidade recomendada.
9) Consuma pelo menos 1 porção de cereal integral.
10) Coma uma porção de leguminosas por dia.
11) Reduza o álcool. Evite o consumo diário.
12) Beba no mínimo 2 litros de água por dia.
13) Faça pelo menos 30 minutos de atividade física todos os dias.
14) Aprecie sua refeição. Coma devagar.

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Receita biscoito de Amaranto













Ingredientes
1 ¼ xícaras de farinha de trigo
1 xícara de amaranto em grãos
1 colher de chá de fermento em pó
125 gramas de manteiga

½ xícara de açúcar
⅓ xícara mix de passas de uvas, avelã e amêndoas
½ colher de chá de canela em pó
raspas de 1 limão
1 ovo

Como fazer
Bata 1/2 xic de amaranto grãos no liquidificador e a outra ½ xic reservar. Em uma tijela colocar os ingredientes secos. Incorpore a manteiga até obter uma farofa úmida. Adicione o açúcar, o mix de passas, canela e raspas de limão e misture. Bata levemente o ovo, adicione aos ingredientes secos e misture até formar uma massa dura. Coloque a massa em uma superfície enfarinhada e faça uma bola, cubra com papel filme e leve à geladeira por 20 minutos. Pré-aqueça o forno a 180 º C. Abra a massa com um rolo até que ela fica com cerca de 4 milímetros de espessura. Usando uma faca ou um molde para cortar biscoitos, faça os biscoitos, decore com pedaços de avelãs e amêndoas. Transfira os biscoitos para uma assadeira forrada com papel manteiga e deixe no forno por 10 minutos ou até que dourem nas bordas. Retire para esfriar e sirva.
Rende 36 biscoitos

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Salada Avatar















Descrevendo -

*Primeira camada.*
. Alface americana picada;
. Rúcula picada;
. Cebola picada;
. Pimentão Verde picado;
. Pimentão Amarelo picado;
. Palmito em rodelas;
. Carambola em cubos;
. Manga em cubos;
. Tomate-cajá em cubos;

* Arte*
. Repolho roxo ralado (cor da pele);
. Beterraba (cabelos);
. Nabo ralado (pintura na pele);
. Pimentão Amarelo (Olhos);
. Cenoura (colar e pena);
. Nabo (colar e pena);
. Ameixa (pupila, brincos, olhos nariz e boca );
. Repolho roxo (sobrancelhas, boca e orelhas);
. Pimentão Verde (fundo).

* Tempero *
. Vinagre de Vinho Tinto;
. Azeite Extravirgem.

Fonte: http://artsaladas.blogspot.com/

Que tal a belezura de salada? Agora é só temperar com Óleos Extra Virgens, como Linhaça, Girassol, Canola ou Cártamo.

sábado, 11 de junho de 2011

Para dar uma turbinada no AMOR










Alimentos x libido



Libido faz parte de uma vida saudável e assim, como outros assuntos relacionados ao bem estar, merece atenção. Pode ser afetada por fatores físicos e emocionais.

Entre os fatores físicos que podem levar a essa diminuição estão o consumo exce
ssivo de álcool, uso de drogas, determinados medicamentos, fadiga e algumas patologias como diabetes, hipertensão artérial, obesidade e endometriose.

O envelhecimento pode naturalmente, assim como a menopausa e a andropausa, afetar a libido. Fatores mentais e emocionais como baixa autoestima, ansiedade, depressão, estre
sse e fatores culturais também estão entre os principais fatores que levam a diminuição da libido.

Porém, se nenhum desses fatores estiver relacionado, vale a pena
investigar possíveis desequilíbrios nutricionais. Um desequilíbrio na alimentação ou na produção de neurotransmissores pode ser a causa.

Alguns alimentos podem melhorar o desempenho sexual e fertilidade, pois apresentam quantidades de determinados nutrientes que promovem a produção normal de hormônios sexuais e, também, podem ter ação estimulante.

Conheça os alimentos e nutrientes que melhoram o desempenho sexual e fertilidade.

Ácidos graxos essenciais (ômegas 3, 6, 7 e 9) : fundamentais para a produção de hormônios sexuais e ajudam o corpo no armazenamento de vitaminas que aumentam o desejo.

Excelentes fontes são: oleaginosas (nozes, castanhas, amêndoas, pistache, avelãs), óleos vegetais (sacha inchi, linhaça, azeite de oliva extravirgem, macadâmia), semente de linhaça.

Arginina: encontrada no chocolate, cereais integrais e oleaginosas, é um aminoácido que promove aumento do fluxo sanguíneo do pênis devido a vasodilatação promovida, e evita o risco de impotência sexual.

Magnésio: mineral importante para a produção de hormônios sexuais e neurotransmissores que causam a sensação de prazer. O magnésio é encontrado nos vegetais folhosos verde escuros, oleaginosas, painço, quinua.

Selênio: essencial para a produção dos espermatozóides. Tem funções como melhorar a qualidade do esperma e a fertilidade em homens. A castanha do Brasil é uma das principais fontes.

Vitamina A: regula a síntese de progesterona, importante hormônio sexual. Encontrada em hortaliças e frutas de cor amarelo-alaranjadas, vegetais folhosos verde escuros ou em cápsulas de betacaroteno.

Vitamina B1: fundamental para uma adequada transmissão nervosa e produção de energia pelo corpo, que é essencial para a libido. Encontrada no levedo de cerveja, cereais integrais, cacau, amendoim.

Vitamina E: encontrada principalmente no gérmen de trigo e nos óleos vegetais, também participa da produção de hormônios sexuais, estando relacionada ao aumento da libido e do apetite sexual.

Zinco: mineral que promove a modulação dos níveis do hormônio testosterona e da produção de sêmen. Sua deficiência leva à falha na ovulação e diminuição do desejo sexual, em mulheres. Nos homens, pode causar impotência sexual. As principais fontes alimentares de zinco são ostras, grão de bico e demais leguminosas, semente de abóbora, cereais integrais, oleaginosas, semente de gergelim, tahine e chocolate amargo.

Triptofano: aminoácido precursor de serotonina, neurotransmissor responsável pela sensação de prazer e felicidade. Encontrado no chocolate amargo, quinua, leguminosas, banana, arroz integral, castanhas, nozes, morango, laranja, tâmara e ovos.

Amendoim: fonte de vitamina B3, que colabora para a vasodilatação sangüínea, melhorando a circulação na região do órgão masculino. Contém vitamina E, que participa da produção de hormônios sexuais, estando relacionado ao aumento da libido e do apetite sexual.

Cacau: fonte de feniletilamina, fornece a sensação de prazer.

Gengibre: possui ação estimulante auxiliando na prolongação da função erétil. Pode ser consumido na forma de chá ou para temperar receitas doces e salgadas.

Café: por ser rico em cafeína, possui ação estimulante. Pessoas com hipertensão arterial, devem consumir com orientação de um nutricionista.

Alguns alimentos devem ser evitados, pois exercem ação contrária no desejo sexual. Frituras, alimentos gordurosos, doces e carnes, devido ao alto teor de gordura, dificultam a digestão e impedem a circulação adequada de sangue. Bebidas alcoólicas em excesso também são prejudiciais – podem causar impotência sexual.

Além da inclusão de determinados alimentos, é importante que mantenha uma alimentação equilibrada, para que todos os nutrientes sejam fornecidos, não somente para um bom desempenho sexual, mas também para uma boa qualidade de vida. O controle de fatores emocionais e a prática regular de atividades físicas também são fundamentais.


Fonte: Bruna Murta – nutricionista da rede Mundo Verde.

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Inverno e boa forma saudável


Para não ter uma surpresa na balança depois que o friozinho passar, principalmente porque as gordurinhas extras ficam escondidas debaixo das roupas de frio e acabam passando despercebidas, é preciso tomar alguns cuidados com a alimentação.





O funcionamento do organismo depende de uma temperatura adequada, em torno de 37ºC. Para manter a temperatura corporal dentro da faixa de normalidade, durante os dias mais frios, o corpo precisa aumentar a produção de calor, gastando, assim, mais calorias. No inverno, o metabolismo aumenta cerca de 10%.

O aumento do apetite no inverno é normal, já que o corpo precisa de mais energia para produção de calor. Então, comer um pouquinho a mais no inverno não é a causa do ganho de peso, pois o metabolismo está mais acelerado, “queimando” essa maior ingestão de alimentos para a regulação da temperatura corporal.

Na realidade, o problema é que no frio as pessoas ficam mais paradas, diminuem o ritmo das atividades físicas e exageram nos alimentos mais gordurosos, resultando no ganho de peso.
Quem segue uma alimentação equilibrada, sem exageros e mantém um programa de exercícios físicos consegue, facilmente, manter ou mesmo emagrecer nesse período.

A dica é manter os exercícios e caprichar nos chás quentes, sopas, vegetais cozidos, leite desnatado com cacau ou canela e adoçante, frutas aquecidas...

Aprender a fazer escolhas inteligentes é o primeiro grande passo para uma vida saudável.

Dicas para os dias de inverno:

  • Em jejum tomar meia colher de óleo de Cártamo com suco de meio limão;
  • No café da manhã incluir leite quente, farinha de linhaça dourada e mel;
  • Lanche um chá quente com biscoito de cereais, amaranto, linhaça, girassol;
  • Almoço com muita salada temperada com óleo de linhaça, que é rico em ômega3;
  • Durante a tarde café, chá, chimarrão...tudo para espantar o frio e não exagerar nos alimentos calóricos;
  • A noite a sopa ainda é a melhor opção. Esquenta! Se for bem produzida, com legumes, semente de amaranto, pimenta, pimentão, é muito saudável e nutritiva.
Muitas vezes não é fome que sentimos e sim frio. Por isso é importante nos mantermos aquecidos, substituindo alimentos muito calóricos por opções como chás, sopas, etc...




Sai a Pirâmide dos Alimentos, Entra o MyPlate...




Dar um Clic...










"MY PLATE"
O Departamento de Agricultura dos USDA, diz que "meu prato", seu novo símbolo de comer saudável, tem como objetivo mostrar a nutrição e suas complicações.

A pirâmide alimentar do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) está oficialmente fora, sendo, agora, substituída por um novo símbolo chamado "MyPlate", que foi divulgado pela primeira vez pela primeira-dama, Michelle Obama, pelo secretário da Agricultura, Tom Vilsack, e pela chefe da Saúde Pública, Regina Benjamin na última quinta-feira (02/06). O MyPlate é dividido em quartos porções. Vegetais e grãos ocupam os quartos um pouco maiores, enquanto frutas e proteínas têm quartos um pouco menores. Os lácteos estão em um círculo separado, lembrando um copo de leite.

Com tantas opções de alimentos disponíveis aos consumidores, frequentemente é difícil determinar os melhores alimentos para colocar em nossos pratos quando construímos uma refeição saudável. O MyPlate é um símbolo para ajudar a lembrar as pessoas a pensar sobre suas escolhas alimentares visando levar estilos de vida mais saudáveis.


quinta-feira, 9 de junho de 2011

Benefícios para Saúde - Óleo de Linhaça

Pessoas em todo o mundo estão mais conscientes da saúde agora do que nunca. Pode soar estranho, mas a gordura é uma parte muito importante da dieta. À medida que mais e mais pessoas percebem esse fato, tem havido um interesse crescente no óleo de linhaça que é rica em Omega 3 tipo de gordura.

Health Benefits of Flaxseeds

A planta de linhaça também chamado de Linum usitatissimum (que significa "mais útil") tem sua origem na Europa 4000 anos para trás, onde foi uma fonte de fibra. Linhaça tem sido uma parte da dieta humana e animal há milhares de anos na Ásia, Europa e África, e mais recentemente na América do Norte e Austrália.

Flaxseeds são ligeiramente maiores que as sementes de sésamo e têm uma casca dura que é lisa e brilhante. Sua cor varia do âmbar ao marrom avermelhado, dependendo de se o linho é da variedade dourada ou marrom. Enquanto flaxseeds todo uma característica fulcral macio, os nutrientes no solo as sementes são mais facilmente absorvidos.

Semente de linhaça é uma rica fonte de lignanas, substâncias que parecem afetar positivamente a problemas hormonais relacionados. Lignans também pode ser útil na prevenção de certos tipos de câncer e de luta contra determinadas bactérias, fungos e vírus, incluindo aquelas que causam feridas frio e telhas. Os outros benefícios da linhaça são:

  • Reduz o risco de doenças cardiovasculares: Vários estudos indicam que o óleo de linhaça, bem como a semente de linhaça moída, pode baixar o colesterol, reduzindo significativamente o risco de doença cardíaca. Tomando o óleo de linhaça pode também proteger contra angina (dor no peito) e pressão arterial elevada. Óleo de linhaça pode ser útil na prevenção de um segundo ataque cardíaco. Ele também pode ajudar a prevenir a pressão arterial elevada, inibindo as reações inflamatórias que provocam o endurecimento de artérias placa e má circulação.

  • Contador: inflamação-3 ácidos graxos Omega parecem limitar a reação inflamatória. Nos casos de lúpus, não só o óleo de linhaça reduz a inflamação nas articulações, pele e rins, mas também reduz os níveis de colesterol que podem ser elevados pela doença. Tomando o óleo de linhaça para a gota pode diminuir a freqüência súbita e severa dor articular ou edema que é um sintoma dessa condição. Tomadas para a doença inflamatória do intestino, óleo de linhaça pode ajudar a acalmar a inflamação e reparar qualquer dano do trato intestinal.

  • Ajuda nas mamas fibrocísticas:-3 ácidos graxos Omega tem a capacidade de aumentar a absorção de iodo, um mineral geralmente encontrados em níveis baixos em mulheres que sofrem de mamas fibrocísticas. Assim, o óleo de linhaça é potencialmente útil para tratar esta condição muitas vezes dolorosa.

  • Gastro intestinal problemas Controles: Porque eles são ricos em fibras dietéticas, semente de linhaça moída pode ajudar a facilitar a passagem das fezes e, assim, aliviar a prisão de ventre, hemorróidas e doença diverticular. Flaxseeds pode também manter bolsas intestinal livre de resíduos e, assim, manter a infecção potencial na baía. Além disso, o óleo pode impedir de desenvolver cálculos biliares dolorosos e até mesmo dissolver as pedras existentes.

  • Tratar doenças da pele: Os ácidos graxos essenciais no óleo de linhaça são amplamente responsáveis pela cicatrização da pele, seus poderes. Manchas vermelhas coceira do eczema, psoríase e rosácea frequentemente responder às ações anti-inflamatórias e, em geral propriedades calmante da pele de óleo de linhaça. pele queimada pode curar mais rapidamente quando tratados com o óleo também. Em casos de acne, o óleo de linhaça incentivar desbaste do sebo oleoso que obstrui os poros.

  • Promover o cabelo e as unhas saudáveis: A-3 os ácidos gordos omega abundante no óleo de linhaça demonstraram contribuir para o crescimento saudável do cabelo.Os problemas do cabelo agravada pela psoríase ou eczema do couro cabeludo pode responder a pele, revitalizando e ações anti-inflamatória do óleo de linhaça também. Da mesma forma, o óleo nutre unhas secos ou quebradiços, impedindo-os de fissura ou rachadura.

  • Reduz o risco de cancro: O óleo de linhaça em lignanas parecem desempenhar um papel na proteção contra a mama, cólon, próstata e, talvez, o câncer de pele. Mulheres com câncer de mama, independentemente do grau de invasão do cancro, podem beneficiar do tratamento com óleo de linhaça.

  • menopausal Tratar sintomas: Porque o equilíbrio lignans-hormônio e estrógenos vegetais (fitoestrógenos), em óleo de linhaça ajudam a estabilizar-progesterona relação mulher estrogênio um, podem ter efeitos benéficos sobre o ciclo menstrual e aliviar os calores da menopausa e pré-menopausa.

  • problemas de próstata Fight: Óleo de linhaça pode ajudar a prevenir o inchaço ea inflamação da próstata, a pequena glândula localizada abaixo da bexiga em homens que tende a aumentar com a idade.

Semente de linho, ou em suplementos de óleo, ou inteiro ou sementes moídas são benéficos para a saúde do seu corpo. Os ácidos graxos Omega-3 na semente de linho é uma excelente prevenção ou remédio para algumas doenças e afecções da pele. Então, se você quer uma vida saudável hoje em dia, tendo apenas o começo de semente de linho.

IMPORTANTE: Esta é uma página traduzida máquina que é fornecida "como está" sem garantia. A tradução automática pode ser difícil de compreender. Por favor, consulte o original Inglês artigo sempre que possível.

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Com Óleo de Cártamo Você Emagrece naturalmente









Agindo no emagrecimento, redução do colesterol e ação antioxidante
Nos últimos anos, tem havido uma ressurreição na definição de medicamento, uma ressurreição que amplifica o significado dos nossos hábitos alimentares e nosso estilo de vida. Medicamentos não é apenas definido como um tratamento para a doença, é considerado para a prevenção de doenças e enfermidades. Isso significa, por exemplo, o riso é um medicamento por que ajuda a estimular o sistema imunológico. O exercício físico é um bom remédio para o seu estimulo cardio-vascular, tonificação muscular e flexibilidade, para expelir toxinas, para dar uma sensação de bem estar, enfim, estimulante de todo o sistema imunológico. Expressar uma atitude positiva perante a vida não é só bom remédio para você, mas também para aqueles que convivem com você. Mas o remédio mais importante, especialmente para a prevenção de doenças e enfermidades, é a nossa dieta alimentar. Só precisamos cooperar no fornecimento de hidratação adequada e os nutrientes necessários para efetivamente manter um estado de bem estar.

Óleos extra virgem são considerados muito mais do que um simples alimento, mas como alimentos funcionais. São aqueles alimentos que contêm substâncias ou nutrientes que forneça beneficio à saúde, seja como prevenção ou tratamento de doenças. De maneira geral, os alimentos funcionais são considerados promotores de saúde e podem estar associados com a diminuição dos riscos de algumas doenças crônicas.

O óleo extra virgem de Cártamo é um grande aliado da nossa saúde, agindo no emagrecimento, redução do colesterol e ação antioxidante.

Óleo de Cártamo:

Ação no Metabolismo das gorduras
O grande trunfo da planta neste aspecto é que suas sementes são ricas em ácido oléico. O ácido oléico é um ácido graxo que recebe o nome de ômega 9 e é encontrado em grandes quantidades no óleo de Cártamo (cerca de 75%).
Seu consumo traz grandes benefícios para a saúde, pois ele ajuda a equilibrar os níveis de colesterol e desempenha um papel importante ao regular os processos metabólicos do organismo. Estudo realizado na Universidade da Califórnia (EUA)1 e em outras instituições de pesquisa2,3 mostraram que o ácido oléico estimula a produção do lipídio oleil-etanolamida (OEA), substância que reduz o apetite, aumenta a perda de peso e diminui a produção de LDL, o chamado "mau colesterol".


Fonte de Ácido Graxo Essencial
O óleo de cártamo ainda contém quantidades generosas de ácido linoléico, um ácido graxo essencial da família Omega 6. Nosso corpo não é capaz de produzir esse ácido graxo, se quisermos um bom funcionamento do nosso organismo temos que obtê-lo através dos alimentos. O Omega 6 é fundamental para a constituição e o bom funcionamento das membranas celulares, além de estar envolvido na síntese de sinalizadores moleculares conhecidos como eicosanóides, responsáveis por uma série de atividades biológicas e manutenção da homeostase.


Ação Antioxidante
O óleo de cártamo é uma fonte riquíssima de antioxidantes naturais, entre eles os chamados tocoferóis. A vitamina E, ou alfa-tocoferol, é o mais conhecido, mas existem muitos outros, todos dotados de poderosa atividade antioxidante. Ao contrário da vitamina E sintética presente nos suplementos alimentares, a mistura de tocoferóis naturais presentes no óleo de cártamo tem uma ação muito mais intensa contra os danos que os radicais livres provocam nas células.
A vitamina E presente no cártamo demonstra ter efeitos contra a deterioração das células e contra o envelhecimento. Por meio da destruição das membranas celulares, os radicais livres são responsáveis por uma grande variedade de problemas de saúde. A vitamina E ajuda a defender as membranas celulares do corpo contra o estresse oxidativo, para a manutenção de uma boa saúde e de um bom funcionamento do sistema imunológico.

Principais benefícios
Acelera a perda de gordura, especialmente na região abdominal;

Definição muscular;

Oferece forte proteção antioxidante;

Ajuda o organismo na contínua produção de substâncias antiinflamatórias;

Regularização do nível de colesterol LDL e triglicérides;

Normalização do perfil metabólico entre lipídeos e insulina;

Aumento de energia;

Aumento da imunidade.


Prensado a frio, a partir de sementes selecionadas, de origem conhecida e com Certificado de análise nutricional, óleo de Cártamo Giroil, em vidros de 260ml é um anti-oxidante natural que possui propriedades que podem acelerar o metabolismo das gorduras, auxiliando assim, no controle da obesidade. Estudos indicaram que esse óleo contém substâncias que atuam obrigando o organismo a usar a gordura acumulada como combustível contribuindo para uma maior eliminação de gordura. A venda nos supermercados e lojas de produtos naturais.


Consumidores relataram ter diminuido 2 números no manequim, tomando diáriamente em jejum 15 gotas de Óleo de Cártamo com suco de meio limão. Logo depois tomar um copo de água morna.


Vera Dalla Vechia

Giroil Agroindústria