terça-feira, 25 de abril de 2017

Whey Protein na recuperação muscular.


Quando nos exercitamos ocorrem microlesões no músculo e para repará-las o corpo utiliza-se dos aminoácidos proveniente das proteínas para corrigir a lesão e promover o ganho de massa muscular. 


Na falta de aminoácidos para repor essas lesões ou em casos de uma dieta muito restritiva seu corpo retira os aminoácidos dos músculos e você perde massa magra
 (catabolismo muscular). 

Acontece também do nosso corpo perder massa muscular num processo natural denominado sarcopenia, que aumenta gradativamente conforme a idade.  


O Whey Protein é uma proteína de alto valor biológico, o que indica que ocorre melhor e com mais disponibilidade a absorção e o aproveitamento da proteína pelo nosso corpo, sendo esse um dos fatores de mais evidência na suplementação de proteína.

 A suplementação proteica com o objetivo de hipertrofia (aumento de massa muscular) é indicada por profissionais da área de Medicina esportiva como um pós-treino até, em média, 1 hora após a realização do treino, em função da chamada "janela absortiva ou janela de oportunidade" que favorece a absorção das proteínas para uma mais pronunciada síntese muscular, impactando diretamente em melhor aporte de nutrientes e recuperação de glicogênio (energia). 

O uso de suplementos proteicos antes da prática de exercícios físicos também pode ser uma opção benéfica de acordo com o objetivo, tipo de treino, dentre outras variações que serão avaliadas pelo médico ou nutricionista.



A sarcopenia e a dinapenia vem sendo o maior medo da terceira idade e ambas são doenças relacionadas à perda muscular. Com o passar do tempo os idosos vão perdendo fibras musculares e força, se preocupando em recuperar a musculatura. Aí entra a prática de exercícios físicos regulares, alimentação e o nosso queridinho Whey Protein.
O primeiro benefício é a ajuda na reposição de cálcio. Segundo especialistas, após os 51 anos se tem uma necessidade de ingerir 1200 mg de cálcio. A cada 100 gramas de Whey, 800 mg de cálcio são ingeridas, essa ingestão ajuda inclusive no combate contra os efeitos mais difíceis da osteoporose e também na prevenção da mesma.
Outra questão é a capacidade que a proteína tem de controlar a vitamina D, que auxilia na prevenção de diversos problemas de saúde.
A dieta de pessoas de idade tende a ser pobres em proteínas e o Whey Protein da suporte a saúde do idoso, auxiliando na redução da pressão arterial e do colesterol. E fortalecendo a função imunológica. 
Só benefícios!  






Os benefícios da atividade física para idosos

A musculação é um atividade física que é benéfica a quase todos os indivíduos. 

Entretanto, para idosos, elas tem representado grandes benefícios os quais podem ser destacados como:

  • A melhora na capacidade física (coordenação motora, controle motor, equilíbrio, flexibilidade, força) as quais são perdidas com o decorrer dos anos;
  • A melhora no sistema cardiovascular, bem como a prevenção e atenuação de fatores propensos a gerarem doenças dessa natureza;
  • Melhora e controle de doenças metabólicas como o Diabetes Tipo I e II;
  • Melhor resposta hormonal;
  • Redução da sarcopenia (com o aumento da massa muscular pela atividade física, consegue-se estimular menos perdas desse tecido e maior redução de gordura corpórea);
  • Redução de doenças inflamatórias como artrites, tendinites e outros;
  • Melhora na disposição, no humor e na socialização (tendo em vista a interação com outras pessoas também);
  • Melhora na concentração, na memória e em aspectos cognitivos entre outros.
A chave do sucesso está no equilíbrio, boa alimentação e exercícios físicos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário